sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

grito de espera.

Não é certo. Por isso a angústia. O que mais pode acontecer? Não sei. Como eu disse não é certo. Mas alguma coisa tem que mudar. Nem que seja a angústia. Nem que seja o peso. Eu vou suportar tudo isso. Porque tudo isso, tenho certeza, é menor do que meu corpo. E a minha alma pesa mais. E existe a vontade. O querer do que ainda está por vir. Eu quero. E que um caminhão me atropele. Porque eu vou me erguer. Eu serei a carga que ele carrega. E um dia, mesmo com chuva, ainda com tempestades, eu vou chegar ao meu destino. E as setas indicam o sossego. Elas indicam que amanhã, ou depois, ou depois ainda, fará sol.

5 comentários:

  1. E que os dias de sol sejam muitos, e longos.
    E os de chuva sejam poucos e curtos!

    ResponderExcluir
  2. Você chegará e eu estarei ao seu lado para comemorar contigo ! =)

    ResponderExcluir
  3. lindo meu anjo ! saudades imensas de vc ! como faz ? bjus te amoo

    ResponderExcluir
  4. Nem esquenta, Mayra.. Dpois da tempestade sempre vem o arco iris !! kkkk
    Saudades .

    ResponderExcluir